Prevenção de quedas
Prevenção de quedas: uma meta internacional
4 de abril de 2018
gestantes
Prevenção de quedas para gestantes
16 de abril de 2018

Como evitar quedas

Como evitar quedas

Quedas podem oferecer diversos riscos a qualquer pessoa nas mais diversas situações. Em abril, Mês da Segurança do Paciente, o Hemos chama a atenção para a Prevenção de Quedas, que deve ser observada tanto no Laboratório, como em ambientes hospitalares e até mesmo dentro de casa.

Alguns grupos são considerados de risco pois as quedas podem ocasionar consequências mais graves, como é o caso de idosos, crianças e gestantes. No entanto, o cuidado deve ser adotado com todas as pessoas, especialmente aquelas que apresentem alguns fatores considerados de risco, como distúrbios psicocognitivos, histórico de acidente vascular cerebral (AVC), anemia, alterações metabólicas, entre outros fatores.

Para prevenir este tipo de acidente um dos primeiros passos é o cuidado com a saúde, que envolve desde a prática de atividades físicas que melhorem o equilíbrio e a coordenação motora, até a alimentação rica em nutrientes, cuidado com a saúde mental e consultas regulares com o médico. A prevenção é essencial uma vez que quedas podem causar lesões, luxações, sangramentos e até mesmo fraturas.

Medidas para evitar quedas em casa

– Manter todos os cômodos bem iluminados e com interruptores de fácil acesso ou luminárias. Lâmpadas acionadas pelo movimento são uma boa alternativa.

– Ter uma cama em que a pessoa consiga subir e descer facilmente.

– Armários devem ter portas leves e os objetos devem ser mantidos em locais de fácil acesso, evitando assim o uso de escadas ou outros móveis para alcançá-los.

– Manter o chão de toda a casa organizado e livre de móveis e objetos que possam dificultar a locomoção ou causar tropeços. Não deixar fios de eletrodomésticos, eletrônicos, telefones ou de extensões expostos no chão.

– Não utilizar tapetes soltos que podem causar tropeços e escorregões. Nas áreas em que eles forem utilizados, garantir que sejam antiderrapantes ou com as duas faces adesivas.

– Utilizar no chão produtos e ceras que não o deixem escorregadio após a aplicação.

– Disponibilizar lanternas em locais estratégicos caso ocorra algum apagão.

– Aplicar tiras adesivas antiderrapantes e corrimãos em escadas e degraus.

Prevenção de quedas em hospitais

– A equipe médica deve avaliar o risco de quedas na admissão do paciente. Se houver internação, reavaliar risco de quedas diariamente.

– Também deve avaliar fatores que podem agravar danos em caso de quedas, em especial risco de aumento de fraturas e sangramentos.

– Criar um ambiente seguro a todos os ambientes, com pisos antiderrapantes, mobiliário e iluminação adequados, corredores livres de obstáculos, vestuário e calçados adequados à movimentação do paciente.

– Orientação a acompanhantes sobre prevenção de quedas e acompanhamento no deslocamento de pacientes de risco.

Fonte: Ministério da Saúde

Como evitar quedas