doença celíaca
Hemos realiza exames para detectar doença celíaca
26 de novembro de 2018
Hemos conclui etapa do programa de liderança com colaboradores
13 de dezembro de 2018

ONU promove campanha pelo fim da violência contra a mulher

violência contra a mulher

Há 10 anos a Organização das Nações Unidas (ONU) promove uma campanha pelo fim da violência contra a mulher. A mobilização global tem duração de 16 dias, que no Brasil são ampliados para 21, compreendendo o período de 20 de novembro (Dia da Consciência Negra) a 10 de dezembro.

Com o mote “Una-se pelo Fim da Violência Contra a Mulher”, a iniciativa tem o objetivo de sensibilizar a sociedade, fortalecer o ativismo e compartilhar informações e conhecimento para prevenir a violência contra mulheres e meninas em todo o mundo. Além da campanha deste período, a ONU também proclamou o dia 25 de todos os meses como o “Dia Laranja”, também com o objetivo de combater a violência contra as mulheres. No Brasil, a mobilização on-line utiliza a hashtag #MeEscuteTambém.

Dados sobre a violência contra a mulher no mundo

No site internacional da campanha, a ONU disponibiliza alguns dados globais sobre diferentes manifestações da violência contra a mulher, que pode surgir na forma de violência doméstica, assédio sexual, tráfico humano, mutilação genital feminina e casamento infantil. Confira alguns destes dados:

– Uma em cada três mulheres já vivenciaram algum tipo de violência física ou sexual, na maioria dos casos pelo próprio parceiro. (Estimativas globais e regionais de violência contra mulheres, OMS, 2013)

– Em 2012, metade das mulheres vítimas de homicídio foram assassinadas por parceiros ou familiares. (Estudo Global de Homicídios 2013, UNODC, 2014)

– Quase 3/4 dos países criminalizam a violência doméstica e 78. (Mulheres, Negócios e Legislação 2018, World Bank Group)

– Aproximadamente 15 milhões de adolescentes (entre 15 e 19 anos) foram submetidas a sexo forçado em algum momento de suas vidas. (Um rosto familiar: A violência nas vidas de crianças e adolescentes, Unicef, 2017)

– 71% do tráfico de humanos em todo o mundo vitimizam mulheres e meninas, sendo que 3/4 delas são exploradas para fins sexuais. (Relatório Global do Tráfico de Pessoas, UNODC, 2016)

– 650 milhões de mulheres vivas hoje casaram antes dos 18 anos de idade. A ocorrência responde por 40% de mulheres casadas em países da África Central e Ocidental. (Casamento infantil: Últimas tendências e perspectivas para o futuro, Unicef, 2018)

Saiba mais sobre a campanha da ONU no Brasil acessando o site da iniciativa.

violência contra a mulher