Horário especial do Dia do Trabalhador
30 de abril de 2019
Hemos investe em novos equipamentos para análise de urina
10 de maio de 2019

Quem deve tomar a vacina contra a gripe

Quem deve tomar a vacina contra a gripe

Desde o início de abril o Ministério da Saúde está promovendo a Campanha Nacional de Vacinação contra o vírus Influenza. Mas você sabe quem deve tomar a vacina contra a gripe? Entre os grupos prioritários encontram-se gestantes, crianças e idosos, mas há outras categorias que também têm direito à imunização pela rede pública de saúde.

Iniciada em 10 de abril e com duração até o dia 31 de maio de 2019, a campanha pretende levar 58,6 milhões de pessoas aos postos de saúde, com a disponibilidade de 63,7 milhões de doses de vacina em todo o país. Para Santa Catarina foram enviadas cerca de 2,2 milhões de doses, que devem imunizar aproximadamente 2 milhões de pessoas.

 

Confira quem deve tomar a vacina contra a gripe

– Gestantes;

– Crianças de seis meses a seis anos de idade;

– Trabalhadores da área da saúde;

– Povos indígenas;

– Puérperas (mulheres até 45 dias após o parto);

– Idosos (a partir dos 60 anos);

– Professores;

– Pessoas portadoras de doenças crônicas e outras categorias de risco clínico;

– População privada de liberdade, incluindo adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medida socioeducativa;

– Funcionários do sistema prisional.

 

Os grupos que devem ser vacinados foram definidos de acordo com a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS), que utiliza estudos epidemiológicos e de comportamento das infecções respiratórias. Em resumo, são as populações com maior chance de complicações e óbitos por Síndrome Respiratória Aguda Grave.

A meta do Ministério da Saúde é imunizar pelo menos 90% destes grupos prioritários. Neste ano a campanha ampliou a faixa etária das crianças, de até cinco para até seis anos de idade. Em alguns locais a vacinação é obrigatória para a matrícula da criança na escola. Mais informações sobre a campanha de vacinação podem ser conferidas no site do Ministério da Saúde.

Vale lembrar que a vacina contra a gripe é segura e reduz as complicações, internações e óbitos nos casos graves da doença.

 

Leia também: Prevenção e qualidade de vida na terceira idade

quem deve tomar a vacina contra a gripe