precisao nos resultados
Vitek®: mais precisão nos resultados e eficácia dos tratamentos
18 de março de 2019
identificação do paciente
Identificação do paciente: Por que esta etapa é importante
1 de abril de 2019

Uso de antibiótico para infecção urinária simples

infecção urinária

Cerca de 30% das mulheres vão apresentar na vida infecção urinária leve ou grave. A mulher tem 50 vezes mais chance de ter este problema do que o homem. Entre os principais sintomas estão: ardência ao urinar, urgência miccional, ou seja, a mulher vai várias vezes ao banheiro, além de apresentar urina avermelhada.

A infecção urinária é causada por bactérias que vivem entre a vagina e o ânus, que são comuns nessa região. A complicação acontece quando essas bactérias migram para a bexiga, podendo até chegar nos rins. Se elas seguirem para os rins, tornam-se uma ameaça mais grave. Nesse estágio é comum a infecção vir acompanhada por febre alta, calafrios e dor lombar. Para evitar complicações sérias, basta começar o tratamento o mais cedo possível.

 

Tratamento para infecção urinária simples

A infecção urinária simples pode ser tratada com medicações como Sulfametoxazol-trimetoprim, Fosfomicina, Nitrofurantoína ou as Cefalosporinas. Os antibióticos da classe das quinolonas (ciprofloxacina e outros) devem ser evitados como primeira escolha porque os efeitos colaterais podem ultrapassar os benefícios. Além disso, as sociedades de urologia têm alertado para a crescente resistência bacteriana verificada para essa classe de antibióticos.

 

Diagnóstico

Quando o paciente tem infecção urinária, o primeiro passo antes de tratar é reconhecer qual é a bactéria responsável pelo problema. O teste de antibiograma realizado nas culturas de urina pode indicar com precisão a sensibilidade bacteriana, o que ajuda o médico a decidir sobre a melhor escolha do tratamento.

O Hemos Laboratório possui o Vitek® 2 Compact, equipamento automatizado que tem por finalidade fornecer a precisão nos resultados mais rápidos para decisões terapêuticas mais ágeis. Saiba mais sobre este equipamento e suas vantagens nesta matéria do que está em nosso blog.

É importante que quem sofre com essa complicação busque assistência médica e evite a automedicação. Quem toma remédio por conta própria pode, ao invés de se livrar logo das dores ao urinar, fortalecer uma bactéria que não deveria permanecer no organismo.

Saiba mais sobre os exames realizados pelo Laboratório Hemos e as tecnologias que estão disponíveis aos clientes. São sete unidades em Blumenau e uma em Gaspar. Entre em contato.

infecção urinária